quarta-feira, julho 19, 2017

Onde os Rios Têm Marés - Viagem Pelo Norte do Paquistão e Estrada do Karakorum

Onde os Rios Têm Marés - Viagem Pelo Norte do Paquistão e Estrada do Karakorum é um livro de Ana Isabel Mineiro
Se gosta de literatura de viagens não deixe de ler este livro. É uma ótima sugestão para as suas férias.
Sinopse:
Viajante impenitente, Ana Isabel Mineiro aventurou-se num país dilacerado pelo islamismo radical para explorar alguns dos locais mais remotos do planeta, lá onde as fronteiras do Paquistão confinam com o Afeganistão e a China.
Retrato vívido de regiões que têm existido numa intemporalidade hoje ameaçada pelo avanço duplo do fundamentalismo e da modernidade, "Onde os Rios Têm Marés" é tudo quanto a literatura de viagem deve ser — uma janela de palavras aberta sobre o mundo. Inclui um encarte com fotografias panorâmicas da autora.

terça-feira, julho 18, 2017

A Gente Vai Continuar



Oiça o cantor português Luiz Caracol em A Gente Vai Continuar.
A Gente Vai Continuar é uma versão particular de um dos míticos temas do cantautor Jorge Palma.



A Gente Vai Continuar
Tira a mão do queixo não penses mais nisso
O que lá vai já deu o que tinha a dar
Quem ganhou ganhou e usou-se disso
Quem perdeu há-de ter mais cartas pra dar
E enquanto alguns fazem figura
Outros sucumbem á batota
Chega a onde tu quiseres
Mas goza bem a tua rota

Enquanto houver estrada pra andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada pra andar
Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar

Todos nós pagamos por tudo o que usamos
O sistema é antigo e não poupa ninguém
Somos todos escravos do que precisamos
Reduz as necessidades se queres passar bem
Que a dependência é uma besta
Que dá cabo do desejo
A liberdade é uma maluca
Que sabe quanto vale um beijo
Jorge Palma

segunda-feira, julho 17, 2017

A Casa da Achada

A Casa da Achada é a sede do Centro Mário Dionísio.
O Largo da Achada (na Mouraria), para o qual dá uma das fachadas da Casa da Achada, tem muita história.
Várias casas desta parte da cidade são anteriores ao terramoto de 1755.





A Casa da Achada (do Séc. XIV ou XV) tem uma porta e uma janela gótica em cantaria.
Urban Sketrs
As características pré-pombalinas, mesmo medievais, em alguns destes edifícios, devem-se, sem dúvida, ao facto desta zona urbana ter sido pouco afectada pelo sismo de 1755, que se fez sentir sobretudo para sul da Igreja de S. Cristóvão.








As únicas alterações da morfologia urbana dizem apenas respeito ao próprio Largo, que não existia antes do terramoto (como se pode verificar pela Planta de João Nunes Tinoco de 1650).

domingo, julho 16, 2017

O Fim da Extrema Esquerda Em Angola

O Fim da Extrema Esquerda Em Angola é o próximo livro da jornalista Leonor Figueiredo, que vai ser lançado no próximo dia 19, pela Guerra e Paz Editores, em Lisboa.
Leonor Figueiredo publicou o seu primeiro livro sobre a descolonização de Angola: Ficheiros Secretos Da Descolonização de Angola. Depois, escreveu outro sobre Sita Valles, Revolucionária, Comunista até à Morte (1951-1977), e de seguida outro sobre o Movimento Estudantil de Luanda em 1974/75.
As palavras da escritora e jornalista, ao Portugal Alerta, dizem tudo sobre as temáticas que aborda nos seus livros: "Resumindo: sou retornada, o meu pai desapareceu em Angola em 1975 como muitos outros, depois de sair das redacções dediquei-me a escrever sobre coisas inéditas de lá. Ou seja, o meu espírito de investigação não parou depois do DN. Digamos que estes livros são reportagens que não cabem em jornais. É esta a minha causa.
Ajudo a malta angolana (a minha nacionalidade afectiva) que se bate contra a ditadura, seja há 40 anos, seja agora. Por isso convidei o Sédrick de Carvalho para comentar o livro", conclui a autora que convida todos os que tenham interesse por estas matérias a estarem presentes no próximo dia 19, pelas 18h30, no Salão Nobre da Casa da Imprensa.

sábado, julho 15, 2017

O Algoritmo de computador

Ada Byron King, condessa de Lovelace e filha de Lord Byron, é uma das poucas mulheres a figurar na história do processamento de dados.
Estudou matemática e ajudou o colega Charles Baggage no desenvolvimento da primeira máquina de cálculo, além de ser responsável pelo algoritmo que poderia ser usado para calcular funções matemáticas.
Entre 1842 e 1843, elaborou algumas notas sobre a máquina analítica de Babbage, que foram republicadas mais de cem anos depois. Esta máquina foi reconhecida como o primeiro modelo de computador e as anotações da condessa como o primeiro algoritmo especificamente criado para ser implementado num computador. Ada B. King criou programas para a máquina, tornando-se a primeira programadora de computadores do mundo

sexta-feira, julho 14, 2017

No Entardecer dos Dias de Verão

No entardecer dos dias de Verão, às vezes,
Ainda que não haja brisa nenhuma, parece
Que passa, um momento, uma leve brisa...
Mas as árvores permanecem imóveis
Em todas as folhas das suas folhas
E os nossos sentidos tiveram uma ilusão,
Tiveram a ilusão do que lhes agradaria...
Ah, os sentidos, os doentes que vêem e ouvem!
Fôssemos nós como devíamos ser
E não haveria em nós necessidade de ilusão ...
Bastar-nos-ia sentir com clareza e vida
E nem repararmos para que há sentidos ...
Mas graças a Deus que há imperfeição no Mundo
Porque a imperfeição é uma cousa,
E haver gente que erra é original,
E haver gente doente torna o Mundo engraçado.
Se não houvesse imperfeição, havia uma cousa a menos,
E deve haver muita cousa
Para termos muito que ver e ouvir ...
Alberto Caeiro (heterónimo de Fernando Pessoa) - O Guardador de Rebanhos - Poema XLI

quinta-feira, julho 13, 2017