segunda-feira, julho 25, 2011

Maria Diapambala

Esta é uma pequena homenagem a uma das figuras mais interessantes, da música angolana de meados do século XX. Sofia Rosa era dotado de uma voz inesquecível e cheia de swing. Dela sobraram alguns registos em disco. Aqui fica um deles. Maria Diapambala é uma canção de (Fernando) Sofia Rosa cantor angolano dos anos 60/70.
Em 1963, Sofia Rosa, integra como cantor o agrupamento Teatral Ngongo, fundado por José de Oliveira Fontes Pereira. Participa numa digressão do grupo a Portugal e grava para a televisão. O seu primeiro "single" foi gravado em 1970, seguindo-se depois sete, todos pela Valentim de Carvalho. Sofia Rosa foi um dos melhores criadores e intérpretes da música em língua nacional kimbundu, traduzindo o pulsar da vida da gente pobre.
O dia a dia, as lamúrias proferidas pelas gentes das sanzalas, bairros e musseques, o sentimento do amor e perseverança estão contidos nos seus trechos que transportam o público para o mundo da saudade nas aguarelas angolanas, no dia do trabalhador, nas kutonocas e nas farras onde Sofia Rosa arrastava multidões. Sofia Rosa esteve também vinculado aos Corvos, mas todo o seu talento artístico veio à tona com "Os Astros" com quem gravou "Kalumba" e "Ngue Xile Ku Tunda Bu Sambila".
Sofia Rosa morreu, em 1975, numa época de instabilidade e em circunstâncias estranhas.
Ouça-o agora em Maria Diapambala.

2 comentários:

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Sabe dizer-me se Sofia Rosa foi assassinado em Luanda ou no Lobito?

Obrigado
Namibiano

São Coelho disse...

Olá
Em resposta à sua pergunta acerca do Sofia Rosa, não tenho a certeza do local da sua morte. Ouvi dizer que tinha sido no Lobito, mas, não posso garantir. Nesta altura houve muita gente que morreu em Angola, sem se saber nem quando, nem onde nem porquê...
São